A API do Pagar.me passou por um novo versionamento no último mês - porém, muitas pessoas não sabem qual versão é a melhor para seu negócio, o motivo pelo qual temos que fazer versionamentos, ou mesmo o que é uma API. Por isso, preparamos algumas perguntas e respostas para tentar esclarecer o assunto! 

O que é uma API e para o que ela serve?

Uma API é uma interface pública que conecta o sistema do Pagar.me com o sistema do lojista. É fácil pensar em uma API como um garçom, que leva o pedido da mesa para a cozinha e traz de volta o prato pronto. Usando ela, é possível enviar requisições e receber respostas para realizar os mais diferentes serviços, como a criação de transações, recebimento de postbacks, consulta de saldo e muito mais. Se você quiser saber mais sobre o que a nossa API pode fazer por você, visite a nossa documentação!

O que torna a API do Pagar.me mais fácil de integrar?

A nossa API é compatível com uma grande variedade de tecnologias, como plataformas de e-commerce e diversas linguagens (Javascript, Python, Ruby etc). Dessa forma, é possível integrar com o Pagar.me da forma que for mais prática para o seu negócio. Além disso, um dos grandes motivos para que a nossa API seja fácil de integrar é que possuímos uma documentação bastante detalhada e fácil de entender. Ou seja, mesmo pessoas que tenham menos conhecimento técnico conseguem entender tudo o que o Pagar.me pode oferecer. Contamos também com um time de suporte que ajuda o lojista a resolver eventuais problemas na integração, o que torna esse processo mais rápido e menos trabalhoso.

De quanto em quanto tempo a API do Pagar.me é versionada? Como se chega à conclusão de que precisamos fazer um versionamento?

Não existe uma frequência de versionamento da API do Pagar.me, já que só criamos novas versões quando surge a necessidade de realizar mudanças que não são retrocompatíveis. Isto é, criamos uma nova versão da API quando vamos realizar alterações que, se forem feitas na mesma versão, podem quebrar a integração de alguns clientes. Por exemplo, transformar um parâmetro opcional em obrigatório é uma mudança que pode gerar erro nas transações de um cliente já integrado, se ele não estiver passando aquele parâmetro nas solicitações. Para saber mais, veja nosso texto sobre versionamento!

Aprenda a ganhar mais com seu E-commerce

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:

Karina Menezes
Graduada em jornalismo pela UFPA, foi trainee do jornal O Estado de S. Paulo. Atualmente, é Head de Conteúdo do Pagar.me.
O que Fazer para Faturar R$200 mil por Mês com seu E-commerce