A gente sabe que vender online é um negócio promissor, mas que também não é nada fácil. Quando você decide montar um negócio online, é preciso se preocupar com uma série de melhorias que podem aumentar a eficiência de seu trabalho. Uma solução adotada por muitos empreendedores que estão começando a montar uma loja na internet é contratar uma plataforma, onde é possível montar um catálogo de produtos e logo começar a vender.

Outra estratégia bastante valiosa para começar seu ecommerce é integrar todas as vendas em um meio de pagamento, que oferece uma solução para receber todas as transações e, geralmente, também entrega uma plataforma de gestão financeira. No Brasil, exemplos conhecidos de meios de pagamento são o PayPal e o PagSeguro, que atuam como uma espécie de carteira virtual, recebendo o dinheiro pelo e-commerce. Um exemplo de solução um pouco mais moderna seria o modelo de PSP (Payment Service Provider), adotado por empresas como o Pagar.me, conhecida por entregar altos índices de conversão e uma plataforma de gestão financeira construída pensando principalmente na experiência do usuário.

Como escolher o melhor meio de pagamento para o seu ecommerce? Como saber qual é a melhor solução para receber pagamentos em sua loja online? Qualquer que seja a escolha, é absolutamente necessário fazer algumas perguntas antes de tomar uma decisão. Se você tem uma loja online e quer que ela cresça, vai ser necessário trabalhar com um meio de pagamento no futuro. É claro que ninguém quer contratar um serviço que cause dores de cabeça. Por isso, para ajudar você a escolher a opção mais adequada para começar a receber pagamentos em seu empreendimento online, selecionamos algumas perguntas essenciais para fazer antes de contratar um meio de pagamento online.

carrinho-3

 

1) É SEGURO?

Esta é a primeira e mais importante pergunta a ser feita a qualquer meio para receber pagamentos na internet. Por quê? Simples! Quando o assunto é dinheiro, não importa o valor, o nível de segurança precisa ser muito elevado. Para saber se um serviço que você deseja contratar é realmente sério, pergunte se ele está configurado de acordo com o PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard), um padrão internacional para segurança da informação em organizações que lidam com cartões de crédito das principais bandeiras presentes no mercado, como a Visa, a MasterCard e a American Express.

Você também pode perguntar se a solução está integrada a selos antifraude, como o ClearSale e o Konduto, duas das principais empresas do ramo no Brasil. O antifraude atua na prevenção à fraudes em seu e-commerce e, integrado ao meio de pagamento, oferece uma análise profunda sobre cada transação comercial, apoiado em uma extensa base de dados e informações que minimizam as chances de se envolver em uma compra fraudulenta.

Ainda é interessante saber se o provedor de pagamentos em que você está interessado oferece segurança end-to-end, ou seja, criptografa dados de navegação de ponta a ponta em todos os ambientes do domínio na internet. Além disso, verifique se a solução escolhida é integrada a ferramentas de blindagem contra hackers, como é o caso do Site Blindado, que funciona como se fosse um "cão de guarda" e monitora as vulnerabilidades de seu sistema 24 horas por dia, fornecendo uma auditoria de segurança de redes automatizada.

 

2) HÁ TRANSPARÊNCIA?

Quando o assunto é dinheiro, é essencial perguntar sobre a transparência do sistema pretendido quando você estiver pesquisando. A empresa precisa, obrigatoriamente, esclarecer todas as suas dúvidas com relação ao sistema, a taxas e ao contrato necessário para utlizar o serviço. São dados importantes.

Informações sobre taxas cobradas por serviços oferecidos pelo provedor de pagamentos são absolutamente obrigatórias porque o e-commerce deve saber os custos envolvidos em suas transações. E isto não se resume a ter os números disponíveis. A verdadeira transparência mostra os números de uma maneira bastante clara, ou seja, integrada a uma plataforma construída para facilitar a experiência do usuário.

Pergunte ao seu meio de pagamento sobre o desenvolvimento de interfaces e verifique se é possível realizar transações para conhecer a experiência em modo de testes. O melhor é sempre aquele que foca no usuário. No geral, desconfie sempre de letras miúdas.

 

3) O ATENDIMENTO É BOM?

Esta é uma pergunta muito importante e pouca gente costuma pensar sobre isto antes de contratar um serviço online. Ao se tratar do recebimento de pagamentos, é ainda mais importante que a empresa contratada por você tenha canais de comunicação prontos para te atender e tirar todas as suas dúvidas. Por isso, pergunte sobre um número de telefone, por exemplo.

Em muitos casos, é comum ser direcionado para uma página cheia de links de ajuda quando você precisa tirar uma dúvida. Verifique se o serviço de interesse oferece algo além disso. Afinal de contas, não há nada mais chato do que precisar responder a reclamação de algum cliente do seu e-commerce e não conseguir as informações corretas com seu meio de pagamento para dar uma resposta satisfatória.

A promessa de respostas por email em poucas horas é um sinal de que o serviço que você está pesquisando leva o atendimento ao cliente bastante a sério, mas você precisa verificar se esta opção é real. Caso o serviço ofereça um número de telefone da empresa, melhor ainda. Afinal, nada melhor do que poder conversar com uma pessoa real.

 

4) QUAL A CONVERSÃO MÉDIA?

Ao procurar um meio de pagamento para o empreendimento online, muita gente está preocupada apenas em começar a vender e receber pagamentos na internet da forma mais rápida possível. No entanto, as pessoas esquecem de fazer esta pergunta fundamental: de todas as compras que meus clientes tentarem fazer em meu e-commerce, quantas compras serão de fato concluídas?

Por isso, se você quer ter um negócio realmente profissional, é obrigatório questionar sobre o nível de sucesso das tentativas de pagamento na empresa desejada. Em outras palavras, você pode pedir para saber quais são os índices de conversão do serviço de interesse. Estes índices de conversão vão mostrar como determinada solução pode te ajudar a vender mais.

Existem diversas maneiras para aumentar a conversão de vendas em seu negócio online e você deve perguntar se o seu provedor de pagamentos oferece algumas delas antes mesmo da contratação. Um dos artifícios mais eficientes para aumentar índices de conversão é conhecido como "retentativa inteligente", já adotado por soluções mais inovadoras, em que o sistema redireciona o pedido de pagamento para outro terminal caso o primeiro demore mais do que deveria.

Outra ferramenta muito valiosa é o "checkout transparente". Se o meio de pagamento oferece esta opção, isto quer dizer que o cliente de sua loja online vai permanecer em seu site durante toda a experiência de compra, sem necessidade de ser direcionado para outro domínio na internet, onde terá de fazer um novo cadastro. Quando o seu meio de pagamento adota esta prática, o seu negócio também tem mais conversão.

 

5) O SISTEMA É COMPATÍVEL?

Não há nada pior do que contratar uma empresa para receber pagamentos online e logo depois descobrir que o sistema não é compatível com a estrutura de sua loja online, ou que a integração não é tão fácil quanto parecia e você terá de gastar energia e dinheiro em desenvolvimento. Por isso, pergunte sempre sobre o processo de integração do serviço.

Pode ser que algumas soluções para receber pagamentos online ofereçam integrações extremamente simples e fáceis de configurar, como um botão que você cola em seu site. Apesar de muito fáceis, estas opções nem sempre vão garantir as melhores conversões de vendas. De qualquer forma, questione se o site da empresa desejada tem uma área direcionada a desenvolvedores e verifique se existe a documentação necessária para que o serviço seja configurado em sites construídos com diferentes linguagens de programação.

Ainda é muito válido perguntar se a solução oferece suporte para resolver problemas de integração e quanto tempo demora em média para começar a receber pagamentos. Você saberá que o meio de pagamento é bom se ele for compatível com diversas linguagens de programação e se oferecer suporte para integrar sua loja a qualquer uma delas.

 

6) QUAL O INVESTIMENTO?

Por mais importante que seja fazer as perguntas anteriores, ter certeza de que a empresa que você está contratando é segura, se informar sobre as taxas de conversão que vão fazer seu negócio vender mais e saber como funciona o atendimento ao cliente, taxas são taxas, não é verdade? E você, é claro, precisa estar muito bem informado sobre as taxas cobradas para utilizar o serviço do meio de pagamento mais adequado para o seu negócio.

Utilizar um provedor para receber por transações online representa um investimento necessário na estratégia de crescimento de seu e-commerce. Por isso, pergunte sempre sobre os valores necessários para usar o serviço. Em alguns casos, taxas de antecipação de pagamentos são embutidas automaticamente nos contratos por padrão e o seu negócio nem sempre depende de receber dinheiro em menos tempo com taxas mais altas. Razão mais do que suficiente para você perguntar detalhe por detalhe como é efetuada a cobrança.

Em empresas realmente sérias, você já poderá encontrar informações sobre taxas diretamente no site, junto a apresentação do serviço oferecido. Em média, estes valores variam de 1% a 5%, por isso é necessário saber exatamente com o que você está lidando. Se for o caso, pergunte ao provedor de pagamentos se existem taxas específicas para o ramo de atuação de seu negócio online. Você poderá encontrar boas surpresas.

No geral, lembre-se de que receber pagamentos da maneira mais eficiente possível é parte vital para o sucesso de seu negócio na internet. Por isso, ao procurar por um meio de pagamento para começar a receber online, não esqueça de que suas chances de acertar serão muito maiores se sua pesquisa for realmente extensa. Aproveite para aprender ao máximo enquanto define a melhor parceria para seu negócio, já que sua loja vai acertar muito mais se você também entender muito bem como funciona toda a operação.

Estas são apenas algumas sugestões para você conseguir se preparar melhor na hora de escolher um meio de pagamento online e esperamos que estas questões realmente ajudem. De qualquer forma, ao pesquisar pela melhor solução, vale aquela máxima de que não existe pergunta que não possa ser feita. Por esta razão, busque sempre se informar até estar 100% satisfeito para seguir crescendo com seu negócio online. Boa sorte na procura!

Aprenda a ganhar mais com seu E-commerce

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:

Lucas Brand
Cientista de Conteúdo
O que Fazer para Faturar R$200 mil por Mês com seu E-commerce