Um dos maiores pesadelos do e-commerce durante a Black Friday é sofrer com algum tipo de indisponibilidade na grande data – e os prejuízos não são poucos.

Segundo informações divulgadas pelo Google, a cada hora em que o site fica fora do ar são menos 300 mil visitantes, resultando em prejuízo de R$ 2,9 milhões em vendas (considerando 1,5% de conversão e ticket médio de R$ 653,00).

Como combater as instabilidades? Os especialistas do Pagar.me deram algumas dicas para ajudar a manter seu e-commerce no ar e aproveitar ao máximo a Black Friday!

1. Limite os requests simultâneos do seu site – controlando o número de novos acessos, você pode garantir a estabilidade dos compradores que já estão acessando o seu e-commerce;

2. Utilize uma CDN (Content Delivery Network) como o CloudFront da AWS para fazer o cache de imagens, aliviando assim a infraestrutura principal do e-commerce;

3. Considere usar um sistema de compressão nas requests HTTP, pois ele auxilia a transportar menos dados pela rede. É importante lembrar que os algoritmos de compressão consomem processamento - portanto, há uma troca de consumo de banda e custo de processamento que também devem ser levados em consideração;

4. Libere seu servidor somente para atividades que sejam core do seu negócio - para as demais, conte com a ajuda de parceiros confiáveis, sem esquecer de validar se o parceiro tem capacidade para suportar a carga da Black Friday;

5. Avalie se o uso de sprites no front-end não pode ser, também, uma opção para melhorar a performance de seu site;

6. Conheça o comportamento do seu consumidor – dessa forma, você identifica se um lazy load ou um eager load são mais adequados para o seu e-commerce;

7. Não esqueça de aumentar a escalabilidade – horizontal e vertical – do seu negócio. Embora a escalabilidade vertical seja mais simples, itens como memória RAM e processamento são limitados. A escalabilidade horizontal, que envolve criar e balancear mais máquinas, é mais complexa (porém, possibilita um maior crescimento);

8. Dê preferência ao uso de tecnologias atualizadas como o HTTP/2, que permite uma comunicação de forma otimizada entre servidor e navegador.

Quais itens da nossa lista vocês já adotou para fazer sua melhor Black Friday?

Dúvida ou sugestão? Envie para comercial@pagar.me!

Aprenda a ganhar mais com seu E-commerce

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:

Karina Menezes
Graduada em jornalismo pela UFPA, foi trainee do jornal O Estado de S. Paulo. Atualmente, é Head de Conteúdo do Pagar.me.
O que Fazer para Faturar R$200 mil por Mês com seu E-commerce