A Black Friday começou cedo no Pagar.me - foram quatro meses adaptando a infraestrutura do PSP, especialmente para a data mais aguardada do varejo brasileiro. "Migramos nossos servidores para um sistema facilmente escalável", explica Thales Mello, desenvolvedor backend do Pagar.me. Dessa forma, os servidores ajustam-se automaticamente ao volume transacionado pelos clientes, o que possibilitou um crescimento de 400% no volume de transações processadas em uma operação ininterrupta."O sistema ficou 100% uptime", afirma Alessandra Giner, Diretora de Operações do Pagar.me. 

pexels-photo.jpg

 

 

Para Cristiano Faria, coordenador financeiro da MaxMilhas, esse é um ponto que merece ser destacado. “Sem avisarmos para vocês que a nossa demanda iria aumentar, o sistema aguentou todas as transações que foram processadas” - em relação à Black Friday do ano passado, a MaxMilhas teve um número de vendas de passagens aéreas quatro vezes maior. “O processo de pagamento foi bem direcionado, conseguimos atender aos clientes no tempo certo”, diz Faria.

O aumento da performance não se deu apenas no volume transacionado, mas também na eficiência da conversão, que aumentou em 15% devido à implementação da retentativa multiadquirente para toda a base de clientes do Pagar.me. "Por meio de nosso sistema de moitoramento desenvolvido pelas áreas de relacionamento e operações, monitoramos todas as conversões para mantê-las o mais altas possível", diz Alessandra Giner. Todos os clientes Pagar.me adotaram a tecnologia da retentativa multiadquirente, e a alta receptividade da ferramenta fez com que 96% da base optasse por seguir com seu uso. 

 Segundo EBit, vendas da Black Friday foram 17% maiores do que em 2015

Atingindo o número de 50 compras por segundo durante o horário de pico (entre 0h e 1h), a Black Friday deste ano registrou vendas 17% maiores do que em 2015. Segundo dados apresentados pela consultoria EBit, o número de pedidos cresceu 4%, totalizando 2,92 milhões. Com faturamento igual a R$ 1,9 bilhão; a data registrou ainda valor médio de gastos de R$ 653.

Gráfico Pós-BlackFiday (Mercado).jpg

 

Sobre o Pagar.me:

O Pagar.me é uma empresa de tecnologia especializada em meios de pagamento, oferecendo uma solução única para alavancar e escalar negócios. Atua com foco no aumento de conversão, gestão de recebíveis e flexibilidade. Foi premiado em 2014 na Universidade de Harvard, durante o Innovation Project, considerado o "Oscar dos Pagamentos". Atualmente, conta com mais de 2.000 clientes que atuam em diferentes modelos de negócios: SaaS, marketplace, e-commerce ou cobrança recorrente. Empresas como Endeavor Brasil, Catarse, Lojas KD, Ingresse.com, BRF Brasil, Magazine Luiza Marketplace, CERS e MaxMilhas já adotam o Pagar.me.

 

Aprenda a ganhar mais com seu E-commerce

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:

Karina Menezes
Graduada em jornalismo pela UFPA, foi trainee do jornal O Estado de S. Paulo. Atualmente, é Head de Conteúdo do Pagar.me.
O que Fazer para Faturar R$200 mil por Mês com seu E-commerce