Abrir uma loja virtual é fácil, especialmente com tantas soluções disponíveis e o aumento das informações sobre o assunto que podemos encontrar na web. O real desafio é conseguir deslanchar as vendas e fazer o negócio crescer de forma saudável. Este guia vai ajudar exatamente nisso! Veja algumas formas que se provaram efetivas para aumentar vendas e se tornar referência no mercado.

 

1- Entenda melhor o público-alvo

Do que o seu público gosta? Ou melhor, do que ele realmente precisa? Como os clientes usam o seu site? Quais são as dificuldades deles? O que eles acham do seu blog? Como eles descobrem novos produtos? E, como compartilham novidades com os amigos? Pode parecer que são perguntas demais ou que elas não têm nada a ver com vendas, mas a verdade é que você precisa descobrir todos esses (e muitos outros) detalhes, pois eles têm grande influência sobre a taxa de conversão do seu ecommerce.

Procure entender como o seu público pensa e age coletando o máximo de informações relevantes possível para definir uma estratégia de negócios bem-sucedida. Para isso, converse com seus clientes atuais, quer pessoalmente, por telefone, e-mail, enquetes no seu site ou pesquisas nas redes sociais. Daí, aproveite bem esse tempo para mergulhar fundo nas ideias, críticas e sugestões que recebe. Procure também por padrões, problemas comuns, dúvidas frequentes e o que mais possa usar para gerar valor.

Feito isso, é hora de colocar esse trabalho para funcionar em cada ação da loja: campanhas de marketing, planejamento de social media, produção de conteúdo, lançamento de novos produtos, canais de atendimento e tudo mais que for relevante. Quando a empresa conhece o público e age de acordo com isso, consegue criar uma identificação com ele, além de atrair a atenção de pessoas que têm o mesmo perfil de comportamento e de consumo, aumentando as vendas.

2- Preste um atendimento online incrível

Oferecer um atendimento online de qualidade é mais difícil do que parece, mas pode ser definitivo para ver o índice de vendas subir. Por se tratar de uma loja virtual, não há canal melhor para receber e conversar com o consumidor, responder às suas dúvidas e convencê-lo de que ele encontrará tudo que precisa com segurança e comodidade. 

Seja por chat online integrado no site, formulário de contato, redes sociais ou aplicativos de mensagem, o que não falta são meios para prestar esse atendimento e ganhar o respeito de quem está do outro lado. Mas, o que importa mesmo para que o suporte seja bem-sucedido é o modo como essas ferramentas vão ser usadas pela equipe responsável.

Basicamente, um bom atendimento precisa ser rápido, eficiente e pessoal. Se qualquer uma dessas características falhar a comunicação fica comprometida e o risco de o comprador ficar insatisfeito e correr para o concorrente é maior. Simplesmente não basta atender rapidamente sem resolver o problema, nem apresentar boas soluções sendo frio e distante, ou robótico.

3- Ofereça uma solução profissional de pagamento

Mais importante do que a quantidade de formas de pagamento que a loja oferece, é a qualidade do sistema utilizado para isso. Quantas vezes você já deixou de realizar uma compra por conta de problemas no checkout? Ou pior, quantas vendas você já deixou de fechar por algo assim. 

E quando falamos em problemas não estamos nos limitando apenas a transações reprovadas ou falhas operacionais, apesar desses representarem um sério prejuízo para o vendedor, mas também faturas confusas que impedem o comprador de reconhecer a aquisição e aumentam o número de cancelamentos. Processos de checkout complicados diminuem a taxa de conversão e a falta de uma interface que ajude a administrar os pagamentos recebidos de maneira rápida e fácil também fazem com que vendas sejam perdidas.

A verdade é que o consumidor já se deu conta do poder que ele tem em todas as etapas do processo de compra, e a cada dia exige maior qualidade em tudo, o que significa que se ele encontrar algum inconveniente na hora de pagar, pode desistir. Soluções completas e profissionais, como o Pagar.me PSP, aceitam pagamentos com as maiores bandeiras de cartão de crédito e boleto bancário, além de contar com um checkout projetado para converter melhor e aprovar mais transações.

4- Apresente selos de segurança na sua loja virtual

A falta de segurança não é um problema apenas para a sua loja virtual, mas afeta o comércio eletrônico como um todo. Primeiro, porque nem sempre os lojistas se dão conta da importância de contar com selos de segurança. Segundo, porque muitos e-commerces, apesar de seguros, não deixam isso tão claro quanto o consumidor espera e pagam com algumas desistências na hora de finalizar a transação.

Como os selos de segurança protegem o site usando certificados SSL, é recomendado para sites que lidam com informações sensíveis (como dados pessoais e informações de cartão de crédito). Você terá de escolher uma empresa competente e reconhecida para realizar o serviço. Além do mais, alguns selos convertem melhor que outros, por isso pesquise quais são os mais reconhecidos pelo público e podem trazer retorno melhor. 

Assim que conseguir os selos, garanta que eles estejam bem evidentes em locais de fácil visualização pelos compradores, como o rodapé do site. Além disso, não se esqueça de incluí-los também perto do fim do processo de checkout, pois é nesse momento que as dúvidas ficam mais fortes e eles podem se sentir inseguros se não virem um selo, indicando que a operação será será feita sem interferências. 

5- Explore promoções e parcerias

Promoções bem feitas podem contribuir muito com o crescimento do negócio, e servem para alcançar diferentes objetivos, como renovar o estoque, atrair novos consumidores, lançar um produto diferenciado ou um programa de fidelidade. Se forem bem exploradas, elas vão garantir que o aumento nas vendas não seja apenas temporário, mas que retenha os clientes por bastante tempo. 

Já parcerias são oportunidades ótimas de se juntar com empresas que possam oferecer valor ao seu público, bem como tirar proveito da sua ajuda. Escolha uma empresa que se encaixe nesses requisitos e fale com um público parecido com o seu. A partir daí, pensem em ações conjuntas de marketing, vendas ou até mesmo produção de conteúdo que poderiam aumentar a base de compradores das empresas, ampliar o impacto das marcas sobre o mercado em que atuam, ou outro objetivo que definirem.

É verdade que essas não são as únicas maneiras que você pode fazer para aumentar vendas da sua loja virtual, mas já são um grande avanço na missão de atrair mais consumidores. Por isso, aproveite bem as chances de descobrir o que o seu público precisa, oferecer ferramentas de qualidade e pensar em iniciativas inovadoras. Assim, seu e-commerce vai continuar aberto por muito tempo.

Qual dessas dicas você está mais ansioso para aplicar? Já teve sucesso com alguma delas? Conte para nós, deixe seu comentário!

Aprenda a ganhar mais com seu E-commerce

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:

Saul Harari
Cientista de conteúdo e novos negócios
O que Fazer para Faturar R$200 mil por Mês com seu E-commerce